Qual é a importância da Inteligência Emocional? | ZONAVERDE

Blog

Qual é a importância da Inteligência Emocional no trabalho?

1
ACADEMIA DESENVOLVIMENTO PESSOAL

Qual é a importância da Inteligência Emocional no trabalho?

De certeza que já ouviu falar da Inteligência Emocional, mas sabe a importância de tê-la no mundo do trabalho?

Só para ter uma ideia, segundo um estudo da Talent Smart, 90% dos profissionais com melhor performance têm altos níveis de inteligência emocional.

Agora ficou com vontade de aprender mais sobre o tema, certo?

Ao introduzir este tema, temos obrigatoriamente de referir o nome Daniel Goleman, que foi quem popularizou o conceito no livro intitulado “Inteligência emocional: A teoria revolucionária que redefine o que é ser inteligente”.

Segundo o pai da inteligência emocional, esta só é alcançada quando conseguimos equilibrar o lado racional e o emocional.

Como é que conseguimos chegar a este equilíbrio?

  1. Trabalhando as emoções negativas

É inevitável lidarmos com emoções negativas, mas é necessário mantê-las sob controlo, para que não nos destabilizem.

  • Desenvolvendo a Automotivação

Acreditarmos nas nossas qualidades e talentos, servem como “combustível” para nos ajudar a subir na carreira e qualidade de vida.

  • Aprendendo a lidar com a pressão

Não sentimos pressão só de fatores externos, mas também de nós próprios. O importante aqui é escolher o que devemos priorizar.

Desta forma não vamos deixar que a ansiedade domine a situação.

Existem alguns mecanismos para nos facilitar essas escolhas: fazer listas de tarefas, cuidar da saúde, ter momentos de lazer,…

  • Não tendo medo de expressar

Através da comunicação, entendemos e trabalhamos as impressões internas. Esclarecemos os pontos de vista e debatemos questões que podem, assim ser resolvidas.

  • Sendo mais resiliente

A resiliência consiste em absorver os impactos dos problemas diários, mantendo os nossos objetivos firmes e aprendendo com os erros.

  • Respondendo mais, reagindo menos

Outra teoria de Daniel Goleman, é que somos guiados pelo cérebro emocional e o racional. E o emocional é o primeiro a ser afetado pelos acontecimentos.

Desta forma temos o efeito ação-reação.

O melhor é tentar usar mais o cérebro pensante, e não deixarmos o nosso corpo responder de modo automático.

E quais são os benefícios da inteligência emocional para a nossa carreira?

  • Maior autoconsciência

Através da compreensão dos próprios sentimentos, vamos conseguir reconhecer e gerir as emoções dos outros.

Existem algumas maneiras de fazer essa análise no trabalho, como respirar fundo e fazer pequenas pausas para fechar os olhos.

  • Ser pragmático

É necessário definir quais é que são as emoções mais úteis no trabalho para colocar em prática nas relações diárias, de forma a evitar atitudes impulsivas (como por exemplo foco, otimismo, segurança, calma).

Desta forma, teremos o comando dos nossos sentimentos e saberemos quando utilizá-los para alcançar objetivos.

  • Utilizar a psicologia positiva

Termos um pensamento positivo, ajuda-nos a ser mais felizes no trabalho porque cultiva emoções positivas como entusiasmo, satisfação, alegria, gratidão.

  • Exercitar a empatia

A partir do momento em que nos colocarmos no lugar dos outros, vamos conseguir identificar as emoções alheias e consequentemente saber como agir em cada situação para obter relações mais harmoniosas com os colegas/subordinados/superiores.

  • Ser um excelente ouvinte

É necessário ouvir pessoas com atenção – escuta ativa – para compreendê-las com mais facilidade e gerir as emoções no local de trabalho.

  • Ser persuasivo

É importante relembrar que persuadir é diferente de manipular. Para se ser inteligente emocionalmente, tem de se ter uma boa capacidade persuasiva. Ou seja, quanto mais dominarmos os sentimentos envolvidos numa conversa, mais hipóteses vamos ter de conduzi-las de forma a alcançarmos os nossos objetivos.

  • Melhor comunicação

A comunicação é o veículo da inteligência emocional no trabalho.

Existem boas estratégias para aprimorá-la como a criação de rapport.

Já vimos que a inteligência emocional no trabalho é uma competência que faz toda a diferença nas relações interpessoais e acabam por nos distinguir uns dos outros, tendo um impacto decisivo.

Sente que precisa de trabalhar e desenvolver a sua?

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *